terça-feira, 24 de junho de 2014

quem sabe??

De repente você descobre que tudo que você sonhava pode acontecer, ou ainda, tudo que você sempre pensou que pudesse existir realmente existe...
Lembro da Ana Luisa...Uma moça que conheci algum tempo atrás... Ela era observadora, tinha um bom senso de vida, equilibrada e ponderada. Algumas pessoas passam por nossas vidas, deixam suas marcas, boas lembranças e se partem,né?
Éramos jovens, gostávamos de uma conversa fiada, tomar vinho barato e sorrir p/ vida... Uma turminha de mulheres que se reuniam com poucas coisas incomum... Não éramos amigas, mas por momento nos aproximamos... Éramos 4! Ana Luisa, a observadora; Tatiane, a crítica; Fernanda, a sofredora; Eu...não sei definir! Talvez, elas me definam melhor do que eu!
Amizade não durou...Era frágil!
Adorávamos nos encontrar nos sábados...sempre haviam lamentos da solidão, a falta de namorado, ou assuntos assim... Eu ouvia! Eu sorria! Pouco comentava sobre o assunto... Não tinha muito o que dizer...
Nunca tinha amado! Nunca tinha namorado! Nunca dei bola p/ assuntos do coração...
No meio da minha euforia, da minha animação, da minha alegria e da minha "nunca reclamo de nada", ouvi da Ana a seguinte frase: "Bruna, e vc? Você nunca fala nada! Você tem medo de que? De que dê certo?"
Essa frase valeu mais que anos de reflexão... "medo de dar certo!"
Talvez tenha sido isso... Me afastei de mim!
Hoje seria mais fácil lidar com esses sentimentos estranhos que venho sentido??
Tão confusa!!!
De repente descobri que posso amar, ser amada...
Descobri que posso ser rejeitada...
Descobri tanta coisa em tão pouco tempo...
Descobri que 30 anos de conceitos podem ser jogados no lixo...
Não devemos nos arrepender...certo? Quem disse isso???
Pois me arrependo, mesmo que você venha dizer que não devo pensar assim... arrependo de não ter me jogado! Que ao invés de dançar no palco naquele dia depois de beber uma garrafa de vinho bom, deveria ter dado uma oportunidade para aquele cara do balcão que estava me paquerando...Que deveria ter deixado de besteira e ter percebido a mulher que existia dentro de mim...
"Acho" que agora saberia lidar
com o que estou sentindo...
estou apaixonada...e tá doendo!
Dói saber que corro o risco de não dar certo... e, não, o de "dar certo!"
Ana, se eu viver como você, ficarei muito feliz... Não tenho muitas notícias da sua vida...porém guardo em minha memoria que você tem sucesso... não pode ser diferente, pois és uma das poucas pessoas que brilha, que tem luz... E, talvez, uma das poucas que seja tão completa e tão incrível... Você esperou e aconteceu como quis e como merece!
As outras não tenho notícias...guardo a imagem, ainda, que permanecem "criticas e sofredoras" respectivamente...
Eu?? Ainda sem definição...
Sei que as qualidades que procurava existem;
Sei que viver é um risco de dar certo...
Estou com medo...mas quero me jogar!!
Quem sabe um anjo bom não me ampara??
Quem sabe??


2 comentários:

  1. Entro todos os dias p ver se tem algo novo.

    ResponderExcluir
  2. Você tem definição: linda!

    ResponderExcluir